Suspiro Vegano (Suspiro de Aquafaba)

Uma das coisas mais legais de ser veg, foi encontrar um novo desejo de explorar novos sabores, conhecer novos ingredientes e descobrir novas técnicas culinárias.  Tipo por exemplo, esse suspiro vegano. Vocês já ouviram que vegano também pode comer suspiro? Sim, você esta lendo isso corretamente. Esses suspirozinhos, foram feitos SEM ovos. E ainda com ingredientes que você provavelmente já tem no seu armário da cozinha, OU consegue encontrar facilmente na sua próxima visita ao mercado.

Para os ogros que estão lendo aqui, é bem provável que você já saiba que os suspiros veganos foram descobertos mais ou menos 1 anos atras. Não to nem acreditando, que só descobri de sua existência recentemente.

Receita de Suspiro vegano de aquafabauhhhhh. Como assim aquafabaAqua vem da água, e faba vem de grãos. Significando, que o ingrediente magico aqui é aquele resto de água que sobra dentro da latinha, ou dentro da caixinha de grão de bico em conserva. É mesmo pessoal, aquela água que a gente por anos, anda jogando fora na pia … imagina o tanto de suspiro que podíamos ter feito.

Já faz mais ou menos uns 2 meses que ando brincando na cozinha, tentando aperfeiçoar essa receita. Entrei no grupo do Facebook “Vegan Meringues Hit & Misses” para fazer perguntas, e ler um pouco mais sobre o que o pessoal anda fazendo com esses docinhos mágicos. A primeira vez que tentei fazer, deu suuuuuuper errado. Na hora que coloquei no forno, ele derreteu em uma possa de água doce. Mas não desisti.

Suspiro vegano de aquafaba

Algumas semanas atrás participei em um curso de confeitaria vegana (dado pela chefe da minha confeitaria PREFERIDA). Lá, pedi para ela se pudesse dar alguns truques para ajudar a fazer o suspiro vegano em casa.  Então, to juntando aqui alguns truquezinhos que ela compartilhou.

Truques para acertar o suspiro vegano (suspiro de aquafaba)

*Têm que ter paciência, e muita! O suspiro tem que ficar batendo na batedeira por mais ou menos uns 20 minutos, e tem que adicionar o açúcar um pouquinho de cada vez. Sem pressa, e deixando o merengue atingir um pico bem firme antes de parar de bater.
*Se puder, não faça essa receita em um dia muito úmido. Os suspiros são um daqueles docinhos meio complicados, que gostam de temperaturas específicas. Se o dia estiver muito chuvoso, ou úmido .. salve essa receita para fazer outro dia.
*Ao colocar na forma, tente fazer-los todos mais ou menos do mesmo tamanho, para garantir que eles assem uniformemente.
*Se puder encontrar grão-de-bico em conserva, sem sal… use esse.
*Se o suspiro derreter, é bem possível que a temperatura do forno esteja quente demais.
* Se o suspiro sair mole por dentro , é bem possível que precise deixar no forno por um pouco mais tempo.
*Não abra o forno até terminar de assar!!! Deixe os suspiros assarem em paz. Mesmo após as 2 horas, deixe eles lá com a porta fechada até o forno esfriar.

Suspiro vegano de aquafaba

Para mim, a maior dificuldade era saber QUANDO que atingi picos altos! Gente, é bem fácil! Acabei filmando um videozinho para compartilhar com vocês, e dar um pouco de visual na receita.  Ta bem simplezinho viu pessoal … se tirasse o som, vocês escutariam o meu filhote conversando por traz :P

Agora, com todos esses truques de baixo da sua manga .. Vamos tentar fazer? A receita esta aqui.

Qualquer pergunta é só entrar em contato deixando um comentário aqui em baixo ou pela nossa página de contato!

 

Suspiro Vegano (Suspiro de Aquafaba)
 
Preparo
Cozimento
Pronto em
 
Escrito por:
Tipo de prato: Sobremesas
Culinária: Vegan
Serve: 65
Ingredientes
  • ½ xícara de aquafaba (água de grão de bico)
  • 1 colher de chá de extrato de baunilha
  • ¼ colher de chá de suco de limão
  • ¾ xícara de açúcar granulado
Modo de preparo
  1. Preaqueça o forno a 100 graus célsius.
  2. Comece batendo a aquafaba, o extrato de baunilha, e o suco de limão até começar a espumar e crescer em volume.
  3. Comece em velocidade baixa, e continue aumentando até atingir a velocidade mais alta da sua batedeira.
  4. Continue batendo até bem espumante (veja no vídeo).
  5. Comece a adicionar o açúcar, uma colher de sopa por vez. Espere até bem incorporado antes de adicionar a próxima colher, deixando bater por mais ou menos uns 20-30 segundos após cada adição.
  6. Apos adicionar todo o açúcar, continue batendo. Pausando e olhando de vez em quando para ver se já atingiu picos firmes.
  7. Forre a assadeira com papel manteiga.
  8. Use um saco de confeiteiro para moldar os suspiros na assadeira mais ou menos no tamanho de uma colher de sopa.
  9. Leve ao forno, e deixe assar por 2 horas. NÃO ABRA O FORNO. Depois de 2 horas, desligue o forno e deixem eles lá até o forno esfriar (no mínimo 1 hora).
  10. Pode guardar em um recipiente fechado.

 

Comentários

Comentários

Comentários

  1. Responder

    A agua pode ser aquela que sobra do cozimento do grão de bico, feito na panela de pressão?

    1. Responder

      Da sim! Só que é um pouco mais demorado porque tem que reduzir bastante o líquido antes de usar. Eu nunca tentei, mas ando lendo que vc tem que reduzir até atingir a mesma consistência melada que os de lata :)

      Encontrei essa receita aqui para fazer aquafaba se quiser testar!

      ________

      200g grão de bico seco
      2 x água + se necessário
      Pitada de sal

      Deixe os grãos de bico de molho numa tigela com água por no mínimo 8 horas antes de cozinhar.
      Descarte a água e coloque em uma panela com o sal e 2x de água + um pouco de necessário para ter uns 2 dedos acima dos grãos.
      Leve ao fogão quente e deixe ferver. Deixe fervendo até o ponto de começar a cair da panela, tire do fogo e deixe esfriar. Deixe esfriar completamente. Coe a aguafaba para um recipiente fechado.

  2. Responder

    […] O merengue de morango é uma receita clássica da minha avó, todo ano no natal terminamos a noite com uma tigela dessa sobremesa absolutamente maravilhosa. As cores, vermelha e branca também são perfeitas para a ceia da noite. Também existem varias receitas de merengue vegano no mundo da internet, com chantili de leite de coco e suspiro de aquafaba. […]

Deixe um comentário

Deixe um comentário: